Destaques

Dieta Flexível - O que é e como fazer?

Por Luisa Pecoraro •
terça-feira, 8 de maio de 2018
Fala, gente linda do meu coração! Tudo certo com vocês? Hoje trouxe um tema que tem sido bastante abordado lá no meu instagram (@luisapecoraro) e que muita gente tem vindo me perguntar sobre. Vamos falar da dieta flexível!

Primeiramente, deixar eu fazer um esclarecimento super importante: EU NÃO SOU NUTRICIONISTA!!!! Vou apenas falar sobre o que funcionou para mim e para muitas outras pessoas.

Antes de tudo, vamos para um breve resumo sobre a minha experiência: Entrei para essa vida saudável faz 5 anos, mas sempre com muitas recaídas e compulsões alimentares, tudo isso por conta de me privar e restringir de comer alimentos que eu acreditava que me fariam mal. Faz, mais ou menos, 6 meses que comecei a flexível e desde então meus quadros de compulsão alimentar diminuíram (posso dizer que 95%) e consegui chegar ainda mais perto dos meus objetivos.

Ok, agora vamos ao que interessa!

O que é a dieta flexível? A flexível é uma dieta em que você vai contar não apenas as calorias diárias e sim seus macronutrientes.

O que são macronutrientes? Carboidrato, proteína e gordura.

Como saber quantas calorias e macronutrientes devo consumir por dia? 
Aqui você tem duas opções: consultar um nutricionista para fazer seu cálculo ou usar sites específicos para isso. Eu indico este que considero o mais seguro: clique aqui.

1 PASSO: Fazer o teu cálculo
2 PASSO: Feito o seu cálculo você vai decidir qual fase você quer entrar: bulking (ganho de massa), cutting (fase para secar) ou apenas manunteção (manter o seu corpo da forma que está).

Vou usar como exemplo a fase em que estou atualmente, a de ganho de massa muscular. Clicando na fase o site já vai mostrar quantas calorias você deve consumir diariamente para alcançar seu objetivo. Meu resultado: 2635 calorias. *grifado na imagem acima

3 PASSO: Depois de escolhido, você terá 3 opções logo abaixo: uma dieta com pouca (lower carb), média (moderate) e alta (higher) ingestão de carboidrato. Qual escolher, Luisa? Isso vai de acordo com sua preferência.. Eu, por exemplo, AMO carboidrato, então, opto por uma dieta em que tenha alta ingestão. Exemplo na imagem a seguir:


4 PASSO: Já decidido qual a base da sua dieta, vamos para um aplicativo onde você irá colocar todas essas informações: o My Fitness Pal. (download: Android | IOS)

Dentro do app, você irá na parte: Metas → Metas de calorias e macronutrientes. Nesta parte você colocará as calorias e  macros diários que optamos nos passos 2 e 3. (caso o app acrescente alguns gramas a mais na caloria, ignore. Foque mesmo nos macronutrientes, eles que precisam estar corretos).


Como calcular as coisas que como? Eu te aconselho a comprar uma balança de alimentos (custa na faixa de 30 reais no 1,99) porque ela vai te quebrar um galho e adiantar a sua vida.
Para calcular, você irá pesar tudo o que comer e colocar lá no app (na área escrita Diário). Ele quem vai fazer os cálculos mostrando quanto de carboidrato, gordura e proteína você já ingeriu. Exemplo:


De acordo com a imagem acima, podemos ver que numa refeição onde consumi 1 ovo, 1 banana de 70g e 50g de aveia eu tenho: 45g de carboidrato, 10g de gordura e 14g de proteína.

E assim você vai calculando até o final do seu dia, até alcançar sua meta de macronutrientes.

E agora que já sei quanto devo comer no dia, vem a questão: o que comer? Essa é a parte mais bacana da flexível. Como o próprio nome já fala, a tua alimentação é totalmente flexível, onde você pode comer desde batata doce até chocolate, a diferença é a quantidade que você come. Eu opto por comer 85% do meu dia com alimentos totalmente nutritivos e saudáveis, enquanto 15% fica para eu comer aquelas besteirinhas que fazem bem à minha saúde mental, como chocolate, hambúrguer, ou qualquer outro tipo de alimento que eu tenha vontade de consumir.

Isso quer dizer que eu preciso comer besteira todo dia? NÃO!!!! Você irá comer quando tiver vontade. Caso sempre sinta desejo de comer um chocolate depois do almoço, sinta-se livre para comer, é só calcular ele no app e encaixar na tua alimentação. E lembrando sempre: foque na quantidade. Você pode muito bem consumir uma porção menor de chocolate e saciar a sua vontade de doce; não é necessário comer a barra toda. Entendeu? A intenção da flexível é te fazer chegar nos seus objetivos sem te privar de comer o que ama. É só priorizar alimentos que fazem bem a tua saúde e encaixar os que fazem bem para tua mente.

Ufa!!! O post foi longo mas acho que deu pra entender mais ou menos, né?! Caso tenha qualquer tipo de dúvida é só comentar aqui embaixo ou me mandar um direct no meu instagram (@luisapecoraro), estarei sempre disponível para responder qualquer questão!

Abaixo colocarei alguns perfis de pessoas e profissionais que fazem e apoiam a dieta flexível para você acompanhar.

Espero que tenham gostado do post.
Até a próxima!
Beijinhos

Perfis:
Larissa Michelin @laarimichelin
Maria Eduarda @dudavpasso
Natasha @nvillaschi.fitness
Paula Pavan @pauladietaflex
Felipe Almeida @nutrifelipealmeida
Caio Bottura @caiobotturapro
Gabriel Arones @gabriel.arones

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Luisa Pecoraro – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in