Destaques

Permita-se ser livre!

Por Luisa Pecoraro •
sábado, 9 de dezembro de 2017
Definitivamente vivemos em uma era em que o corpo é o principal quesito para ser feliz! Bundão, coxão e barriguinha de tanquinho são sinônimos de auto-estima intacta e poder. Não vou ser hipócrita em dizer que não me importo com meu corpo porque, sim, procuro me sentir bem; vou à academia, me exercito e tento comer saudável na maior parte do dia. Mas isso não me define! Eu não preciso do meu corpo para ser feliz. E acho que muito gente deveria começar a repensar seus objetivos e o que tem perdido por conta deles.

Já parou para contar quantas vezes no dia você se olha no espelho para se auto-criticar? E quantas vezes você olha a foto daquela mulher ou daquele cara no instagram e se martiriza porque "nunca conseguirá ter aquele corpo"? E todas aquelas vezes que você viu como fulana é tão dedicada e se orgulha em dizer pra todo mundo que só come alface. Você acha mesmo que com todos esses pensamentos você ainda pode se considerar feliz? Então Luisa, o que é felicidade? 

Significado de felicidade: qualidade ou estado de feliz; estado de uma consciência plenamente satisfeita; satisfação, contentamento, bem-estar.

Foca nesta frase: estado de uma consciência plenamente satisfeita. Você pode dizer que está plenamente satisfeita consigo mesma? Se não, por quê?

Por que você continua acreditando, em pleno século onde as pessoas ficam doentes por vaidade, que o corpo é a solução de tudo? Posso te contar uma coisa? Ele não está nem perto de ser a solução. Pior ainda, ele pode estar sendo o motivo da sua infelicidade e depressão.

Por isso vou lançar um desafio para começarmos hoje! Quero que você comece a fazer tudo o que ama (eu disse TUDO!), claro, priorizando sempre a sua saúde (e não confunda saúde com estética, por favor!). Coma doce sim e salada também; dê aquele cochilo gostoso à tarde ou, se preferir, vá caminhar e andar de bike; bote a sua playlist favorita no maior volume e dance como se não houvesse amanhã. E o mais importante: permita SE amar!

Essa é a palavra-chave: permissão. Você não vai conseguir conquistar o que quer se viver doente e preso no seu próprio julgamento. A doença que nós mesmos criamos é a pior de todas, porque geralmente acreditamos que não tem solução. Mas a notícia boa é essa: tem solução, basta você querer, é simples. 

Se você não está satisfeita com seu físico, busque sim melhorar, se exercite e faça o que ama. Mas se você está feliz com ele estando gordinha, magrinha ou de qualquer outra forma, apenas viva! E pare de olhar aquelas trilhões de fotos de "corpos ideais" que você salva na sua galeria; as pessoas só mostram na internet o que querem, elas sempre irão procurar o melhor ângulo, a melhor luz e a melhor edição. Não se espelhe, você é mais que isso. Teu corpo não te define!

O desafio está oficialmente lançado. A meta será ser feliz! Saia do trilho de vez em quando, não há nada de errado nisso, desde que te faça bem! Você é mais que um corpo! Você tem valor!  Você é livre! Então, permita-se!

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Luisa Pecoraro – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in