Destaques

Você tem vivido?

Por Luisa Pecoraro •
quinta-feira, 7 de setembro de 2017
Senti o desejo de escrever sobre algo que eu tanto temo, a morte. Hoje o pai de uma amiga faleceu, e isso me fez lembrar que há um mês atrás eu perdi um dos homens da minha vida, meu avô.

Já percebeu que a morte é algo tão ''comum'' mas ao mesmo tempo algo em que não acreditamos muito? Fala a verdade, você consegue mesmo acreditar, com convicção que você pode morrer? Não só quando tiver oitenta ou noventa anos, mas agora?

O mais triste em não acreditarmos nisso, é que por não crer, nós não aproveitamos o agora. É algo clichê, eu sei, dizer pra viver o hoje sem pensar no amanhã, mas preste atenção na importância disso. Somos orgulhosos, fazemos birra e ficamos de bico por qualquer coisa, ignoramos as pessoas, pensamos só no dinheiro e no que vamos ser amanhã. Não, eu não tiro a importância de também pensar no futuro, temos que ter sonho e lutar por eles, mas, se não tiver tempo para realizá-los? Se simplesmente amanhã ou hoje, você não estiver aqui?
A morte não tem data ou idade certa, é como diz o ditado: ''pra morrer, basta estar vivo''.

Nossa, Luisa, e qual a necessidade de falar sobre algo tão horrível assim? É pra abrirmos nossos olhos, enxergue o que está na sua frente. Você tem uma casa, tem onde dormir, tem o que comer, tem pessoas que te amam, tem vida. Como você tem aproveitado isso?

Viva o hoje, viaje, diga para aquela pessoa o que tem vergonha de dizer, diga que ama, abrace, use aquele vestido bonito que você deixa para usar só em uma ocasião específica, se maqueie pra ficar em casa, se arrume toda pra tirar uma foto, coma o bolo que tem vontade sem pensar em quantas horas vai ter que correr pra queimá-lo. Essas coisas são passageiras. Talvez amanhã você não tenha tempo de vivê-las. Viva hoje!

E que não seja preciso alguém importante ir embora pra você conseguir enxergar essas coisas; que não seja preciso acontecer algo de ruim para você abrir os olhos. Que possamos mudar nossa forma de ver as coisas hoje, agora; que possamos viver intensamente, fazendo o que nos faz feliz, sem focar nas contas que precisam ser pagas, no compromisso que tem semana que vem, nas tarefas que precisam ser feitas. Não seja um irresponsável e jogue tudo para o alto, mas se permita viver o hoje, sem se preocupar com o amanhã. Simplesmente, enxergue o lado bom da vida e viva!

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Luisa Pecoraro – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in